Vamos continuar nossa viagem pelo portal único?

Para atender a todos os intervenientes do Comércio Exterior Brasileiro, o Portal Único é composto de sete Perfis. São eles:


Importador/Exportador: Quem pode utilizá-lo?

  • Ajudantes de Despachantes;

  • · Importador/Exportador/Despachantes;

Neste perfil o Ajudante de Despachante, sempre trabalhando subordinado a um Despachante Aduaneiro, pode consultar a DU-e e anexar documentos utilizando o módulo “Anexação”, além de outras funções como: verificação de mercadorias; recebimento, liberação e desembaraço aduaneiro de bens e bagagem; retirada de amostras para exames técnicos ou perícias.


O Importador/Exportador e Despachantes no “Módulo Exportação” podem realizar as seguintes operações:

  • Elaborar, Consultar, Retificar e/ou cancelar a DU-e;

  • Simular o Tratamento Administrativo;

  • Acessar o CCT (Módulo de Controle de Carga e Trânsito);

  • Incluir Pedido, Consultar e Cancelar o Módulo LPCO (Licenças, Permissões, Certificados e Outros);

  • Acessar o Módulo “Visão Integrada”;

  • Anexar Documentos e Consultar Dossiês;

  • Acessar a “Classificação Fiscal de Mercadorias” .

Relembrando: No “Módulo Importação”, a primeira versão da DU-IMP já está funcionando, porém somente as empresas classificadas como OEA – Operador Econômico Autorizado têm acesso a este sistema. Acredita-se que no início de 2020, a mesma seja liberada para as demais empresas a título experimental. Estão funcionando também o Catálogo de Produtos e o Cadastro de Intervenientes.


Conselho às empresas importadoras: vão registrando os produtos no “Catálogo” para poderem utilizá-los quando a DUIMP entrar em funcionamento.


Cadeia Logística: Este sistema será utilizado por todos os intervenientes da Cadeia Logística na exportação e na importação. São eles:

  • Depositário;

  • Operador Portuário;

  • Transportador/Agente de Carga;

  • PF - Representante de TETI.

O Depositário, no seu perfil, tem acesso às seguintes operações:

  • Consultar DU-E;

  • Recepcionar carga;

  • Consultar estoque pré e pós-ACD (Apresentação da carga para despacho);

  • Cancelar recepção de carga;

  • Entregar e desunitizar carga;

  • Manifestar, imprimir e até cancelar o DAT (Documento de Acompanhamento de Trânsito).

Ao Operador Portuário é permitido no módulo CCT:

  • Consultar a DU-e: resumo e histórico;

  • Recepcionar, consultar e cancelar a recepção de carga;

  • Consultar estoque;

  • Entregar a carga.

Ao Transportador/Agente de Carga é permitido no módulo CCT:

  • Consultar DU-E;

  • Recepcionar, entregar, desunitizar, consolidar e desconsolidar a carga;

  • Manifestar e retificar os dados de embarque;

  • Manifestar, Imprimir e até cancelar o DAT (Documento de Acompanhamento de Trânsito).

PF- Representante de TETI - Transportador Estrangeiro de Trânsito Internacional.

A eles é permitido:

  • Consultar a DU-E: resumo e histórico;

  • Manifestar, consultar e retificar dados de embarque das cargas.

Remessa Expressa/Postal:

Este sistema destina-se ao uso dos:

  • Correios (ECT);

  • Empresas de courier.

O desembaraço aduaneiro na Remessa Expressa é simplificado e a transportadora executa todo o processo, logo, nem o importador nem o exportador necessitam estar habilitados no Siscomex nem na Receita Federal. A remessa postal é realizada pelos correios de acordo com a legislação do país.


O ator neste perfil elabora, consulta, retifica e cancela a DU-E; pode incluir pedidos, anexar documentos, consulta e cancela LPCO; simula Tratamento Administrativo; pode fazer uso, no que lhe compete, do CCT - Controle de Carga e Trânsito e do “Módulo Anexação”.


Instituição Financeira:


Este sistema, atualmente, não está sendo utilizado pelo importador/exportador porque o “Acesso Público” outro sistema do Portal Único, disponibiliza todas as informações que nele se encontram. Porém, os bancos e as Instituições Financeiras de posse do nr. da DU-e e da chave de acesso ainda podem usar os dois sistemas para fazer consultas e fechar o câmbio.


Certificação OEA:

  • Ponto de Contato;

  • Representante Legal.

O primeiro acesso deve ser feito como Responsável Legal, por meio de certificado digital tipo e-CPF, mesmo a certificação estando sendo requerida para um CNPJ. O Responsável Legal é a pessoa física autorizado pelo Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) para atuar em nome da Pessoa Jurídica. Este assunto é bastante interessante. Vamos explorá-lo em outra postagem.


Habilitar Empresa:

Neste sistema habilita-se a empresa a operar no Siscomex, ou seja, a poder registrar suas exportações e/ou importações de acordo com as submodalidades:

  • Expressa;

  • Limitada;

  • Ilimitada.





Acesso Público:

Este sistema permite aos usuários do Portal Único Siscomex registrar suas importações e/ou exportações bem como fazer as consultas necessárias. Sempre lembrando que no sistema a DU-e já está funcionando, porém a DU-IMP ainda não. Significa dizer que trabalhamos com DU-e na exportação e continuamos com a Licença de Importação (LI/DI) e Declaração de Importação nos processos de importação.



Tem algum assunto especial que gostaria fosse comentado? Comente com a gente!

Luz Melo Sócia Diretora

13 visualizações

Cecex- Assessoria em Energia e Comércio Exterior Ltda.

Cnpj: 05.585.140-0001/92

Telefone: 3170-1979

Celular: (21) 999668838

E-mail: contato@cecex-br.com

© 2019 por Cecex Assessoria em Energia e Comércio Exterior. Orgulhosamente criado com Wix.com